domingo, mayo 28, 2006

Se soubesse o que sentias

Mísia como siempre, me acompaña. También de Paixões Diagonais

Se soubesse o que sentias
(Amélia Muge)

Se soubesse que sentias
O amor na minha voz
Não me importaria nada
De povoar este fado
De um sentido inacabado
De uma conversa adiada
Não me importaria nada

Ai tanto amor que assim fica
Como verso com defeito
Tanta alma que abdica
Como rima sem proveito
Se te soubesse enleado
Desta sina não fugia
Nem deste fado falhado
Se soubesse que sentias
Se soubesse que sentias

Eu não sei como mostrar
Que falo de coração
Se não digo coração
Dito assim é só tornar
Mais banal este falar
Se soubesse que sentias

Mas se assim tua atenção
Ficar presa ao meu cantar
Não me importa que este fado
Seja o que há de mais vulgar
Se te soubesse enleadado
Desta sina não fugia
Nem deste fado falhado
Se soubesse que sentias
Se soubesse que sentias
Se soubesse que sentias.

No hay comentarios.: